Prefiro acreditar na idoneidade das pessoas, porém algumas vezes damos de cara com clientes que simplesmente ofuscam a verdade ou mentem sem dó. Isso pode ser altamente prejudicial para nosso trabalho, especialmente se formos profissionais freelancer e dependemos diretamente da boa vontade de alguns clientes. Vou listar algumas “inverdades”  que podemos ouvir dos clientes (algumas podem ser perigosas armadilhas).

Pagarei o projeto quando ele for bem sucedido

Jamais aceite isso. Você é um profissional e deve ser pago exatamente pelo trabalho/serviço que está prestando. Você fará de tudo para que o projeto tenha sucesso, pois isso renderá muitas indicações, mas em hipótese alguma você deve ser pago somente se o cliente obtiver sucesso com o projeto. Quer dizer então que eu vou pagar para turbinarem meu carro somente se ele ganhar a corrida?!

Quero que você seja meu parceiro

Fique em estado de alerta quando ouvir este tipo de proposta. Algumas vezes isso significa que o cara não tem grana e quer que você faça o serviço, lhe dando em troca um cargo/posição super especial. Se o barco dele afundar o profissional nunca verá a cara do dinheiro e muito provavelmente não verá mais a cara do cliente.

Em trabalhos futuros poderei pagar bem mais

Negociar um preço baixo com a promessa de mais trabalho (e melhor remunerado) no futuro é uma estratégia antiga e muito usada. Lembre-se que projetos futuros não vão pagar suas contas de hoje! A menos que você tenha uma garantia por escrito com datas e detalhamentos destes projetos, continue firme e não abaixe seu preço mais que o possível.

O mercado está praticando um preço “X”

Nós conhecemos o mercado. Se ele estiver falando de um valor muito baixo está na cara que ele quer enganar te enganar so para abaixar o preço.

Neste casos eu descrevo todas as vantagens de fazer o serviço comigo e em seguida digo que realmente alguém pode fazer um preço menor, mas o risco do trabalho sair mal feito é grande. Você, por outro lado, irá garantir um serviço ótimo serviço executado e um acompanhamento futuro para não deixar o cliente na mão.

É apenas um “sisteminha” ou “projetinho”

Mas é claro que o projeto é pequeno e simples, porém profissionais com pouca experiência enxergam a enrascada na qual entraram somente depois de começar a desenvolver o projeto.

Para evitar este tipo de problema faça muitas perguntas, faça uma análise de requisitos bem aprofundada e somente aí apresente um orçamento com todos os itens bem documentados. Pela minha vivência, o ideal é explicitar o fluxo de cada passo do projeto de forma dissertativa na proposta comercial e depois fazer um documento anexo com o detalhamento aprofundado de cada passo.

Histórias de Clientes

O bom humor é um dos ingredientes para lidar com os problemas diários e não sair do controle em situações estressantes. Veja algumas histórias de clientes que fizeram a gente rir: www.historiasdeclientes.com.