Tomar a frente de um grupo pode ser uma tarefa difícil se você não souber ser um líder.

Um exemplo simples é o caso de um grupo escolar que vai fazer determinada tarefa: se não tiver uma pessoa com liderança e senso de organização entre os integrantes, o trabalho ficará incompleto e provavelmente será centrado em um único indivíduo.  A idéia de trabalhar com uma equipe é exatamente dividir e delegar tarefas para que estas fiquem em sincronia e se encaixem no final do processo como resultado bem sucedido do trabalho.

Para não deixar este artigo massante, resolvi escrever em tópicos resumidos as principais características que um lider deve ter.

1. Divida as tarefas com base nas habilidades de cada um

É vital conhecer sua equipe e saber do que cada um é capaz. Não adianta delegar tarefas aleatoriamente pedir para que o individuo faça algo fora de sua alçada de conhecimento/capacidade (a menos que haja tempo de sobra…o que quase nunca ocorre).

2. Um líder orienta, não precisa mandar

Um líder deve conhecer ao menos um pouco do que o membro da equipe está fazendo. Afinal de contas, como você poderá avaliar se uma certa decisão está correta ou no mínimo absurda por parte dele? Você não deve ser especialista em tudo, mas uma noção para dar orientação é de vital importância.

3. Divida o tempo

Você é um líder e consequentemente sabe organizar seu tempo. Aprenda também a organizar o tempo da equipe. Acompanhe o trabalho, defina prazos/metas e quando perceber que algo está um tanto empacado veja o que acontece e ajude-o a otimizar seu tempo.

4. Um líder fala “NÓS”

Você pode ser ótimo nos outros três itens que descrevi anteriormente, mas se você usar frase como “Eu fiz este projeto”, “Eu quero que seja assim”, “Tudo bem cliente, eu vou fazer isso” na frente da sua equipe, isso irá desestimulá-la de uma forma que nem imagina. Pode ate ser um “eu” inocente, mas treine-se para tirar o egocentrismo de seu dia-a-dia e aprenda a falar “Nós concluímos este projeto”, “Nós precisamos de tal funcionalidade”, “Nossa equipe irá incluir isto no projeto”.

5. Reconheça os méritos

Quando alguém de sua equipe tem uma boa ideia, não ouse em falar que você teve esta ideia, mesmo que seja “sem querer”. Reconheça tudo que vem de bom em termos de sugestões e caminhos que venham da equipe e vá além: elogie e recompense da melhor forma cabível a equipe e o indivíduo.

É simples, não? Pelo que eu tenho visto no mercado parece que existe grande dificuldade em falar no coletivo. As pessoas tendem a ser egocêntricas e tentar ganhar o mérito sozinhas. Mesmo que você tenha feito tudo sozinho, quem se beneficiou foi um conjunto de pessoas.

Quem realmente deve ter dar o valor, fará isto sem que você tenha que pendurar uma melancia no pescoço. O verdadeiro líder (oposto do famigerado “chefe”) é uma pessoa que sabe reconhecer o trabalho de sua equipe, sabe das falhas e dos atributos positivos dela e sabe principalmente construir cronogramas e metodologias que beneficiem o conjunto.

E por favor, procure usar mais vezes o “nós” 😉